quarta-feira, 24 de agosto de 2016

#VamosPraFestaDaDemocracia


Professor Edgar Bom Jardim - PE

domingo, 21 de agosto de 2016

O maior movimento político da história de Umari do Bom Jardim - PE.

A caminhada de Miguel Barbosa, para inaugurar o comitê de campanha bateu todos os recordes de público já registrado no distrito de Umari. "... É tanta gente que dá  para ir de Umari até o Japão", disse D. Maria Esmeralda, 56 anos, agricultora, residente  na zona rural do município, encantada com a multidão. A verdade é que se as eleições fossem realizadas no dia de hoje, domingo, festa de encerramento dos jogos olímpicos,  o candidato Miguel Barbosa,  teria a "Medalha de Ouro", ou seja, vence a eleição  com mais de dois mil votos de diferença para seu principal rival. São 4 candidatos na disputa majoritária: Jerônimo - PSOL, João Lira  - PSD, Kalina - PSB e Miguel -PP.


Professor Edgar Bom Jardim - PE

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Rede Sustentabilidade cresce junto ao eleitorado

Grupo quer fazer três vereadores em Bom Jardim.

A REDE Sustentabilidade disputa sua primeira eleição e já faz história na cena política bonjardinense. Sete candidatos  da sigla partidária fazem parte da coligação "A Mudança Continua com Sustentabilidade"composta pelo PSDC, PMN, PSL, PPS e REDE.  O grupo quer eleger três vereadores. Há muitos motivos para o povo votar no grupo que faz a diferença na política local.
Professor Edgar Bom Jardim - PE

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

A depressão e as festas virtuais: o balanço da desconfiança


 Estamos envolvidos por notícias assustadoras. Não sabemos se vai aparecer alguma luz. Denúncias se multiplicam,  golpes com identidades renovadoras se afirmam. O debate é mesmo inquietante. Portanto, os ânimos assustam, pois há comportamentos fascistas e corruptos soltos ditando normas. Tudo é confuso, os julgamentos vacilam e a sociedade vive desmanche de instituições. Mas fechamos os olhos para outros problemas que se espelham pelo mundo e arruínam valores. Já assistiram aos documentários que mostram crianças sendo treinadas para entrar nas guerras? Já pensaram nas repercussões das disputas religiosas e dos terrorismos que se propagam pelo mundo? Elas não se fixam , apenas, nos chamados países pequenos. Observem as pressões imperialistas.
Numa situação de tantos dissabores, há questões que intimidam e corroem as sociabilidades. O movimento de intranquilidade não cessa, se aprofunda, desnorteia. Não é sem razão que os afetos se decompõem. Há dados espantosos. Existem 11 milhões de pessoas que sofrem de depressão no Brasil. Um número que mostra a perplexidade que arrasta coragem e configura medos. As indústrias farmacêuticas ganham fortunas com a venda de remédios para controlar os dramas individuais. A forma de sistematizar as convivências não prometem salvações, porém cavam abismos, celebram as explorações e o descartável.O desamparo não é algo passageiro. Em quem confiar se as suspeitas marcam o convívio? A fragmentação é indecifrável?
O capitalismo não perde tempo. A política não se afasta da economia. As grandes corporações a financiam. O desencontro geral, diminui esperança, oprime planos de libertar-se das pressões. Essa forte desconfiança, que concentra poderes, monopoliza riqueza, desequilibra. As pessoas buscam fugas. Não se escutam. Fantasiam inimigos, surgem heróis alimentando discursos de ódio. Apesar das inúmeras teorias, das campanhas educacionais, dos espetáculos, há algo de podre que atormenta e se reverte contra as convicções de que as saídas podem ser vistas, que o que existe é um incompetência nas gestões administrativas.Freud anunciava, em suas obras, as tensões permanentes. A expectativa de que a história amplia mudanças possui muitas ambiguidades. Os balanços se movimentam atraindo suspenses anônimos.Enquanto não se sepultar a ideia positivista de progresso, ficaremos nos enganando e submissos aos anseios da grana.
É  espantosos como negam o social e procuram individualizar os problemas. Somos animais sociais, não devemos esconder as necessidades artificiais manipuladas cotidianamente, as comunicações virtuais semeando ilusões, as vitrines comemorando a chegada das novidades. Como desejar que a sociedade se renove, respire, se a melancolia transformou-se numa epidemia? Se há as viroses que destroçam os corpos e deixa dúvidas nos serviços de saúde pública, as emoções e os afetos também são atingidos radicalmente. O que esperar, se o tilintar da moeda dá ordens? A casa não se abre se a chave é falsa e a dança é macabra no interior dos seus quartos.Não é na calça desbotada que mora a felicidade. A festa não deixa de acontecer, mas ela curta e virtual, refugia.
Paulo Rezende.
Professor Edgar Bom Jardim - PE

O mundo atordoado e impossível

O mundo é invadido por desenganos contínuos e perversos.
Não há como acreditar que as salvações ressurjam.
que a generosidade crie espaços, no tumulto  do ódio.
A história não produz a mudança que significa o encontro,
os abismos despedaçam corpos, anunciam  fins e catástrofes.
É difícil contemplar a vida, quebrar os espelhos malditos.
inventar o sossego, desenhar o oceano das sereias.
Cada instante sepulta uma ilusão, desconecta um amor.
Conta-se o desespero nos riscos da mão,
fecham-se  os paraísos no pesadelo da carência traiçoeira.
Perdoaria as criaturas, esconderia os deuses,
mas as palavras se negam a abraçar as fugas.
Sufoco a dor, não  renego a sensibilidade, desconverso
com as incertezas que intimidam as ações e os sonhos vermelhos.
Há uma dúvida que, para sempre, me aproxima do impossível.
Por Paulo Rezende.
Professor Edgar Bom Jardim - PE

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Eleições 2016: propaganda eleitoral no rádio e na TV terá duração de 35 dias


A partir do dia 26 de agosto, as emissoras de rádio e televisão deverão transmitir a propaganda eleitoral gratuita para que os candidatos a prefeito e vereador em todo o país possam expor suas propostas. Com a Reforma Eleitoral de 2015 (Lei nº 13.165/2015 que alterou a Lei nº 9.504/97), o período da propaganda foi reduzido de 45 para 35 dias. Portanto, o último dia de propaganda no primeiro turno será  29 de setembro, conforme prevê a Resolução TSE nº 23.457. 
Os canais de rádio e televisão deverão reservar dois blocos de dez minutos cada, duas vezes por dia, de segunda a sábado, no caso de campanha para prefeito, pois a Lei 13.165 acabou com a propaganda eleitoral em bloco para vereador. No rádio, a propaganda será transmitida das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. Na televisão, os candidatos vão se apresentar das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40. 
Já as inserções serão veiculadas em tempos de 30 e 60 segundos para prefeito e vereador, de segunda a domingo, em um total de 70 minutos diários, distribuídos ao longo da programação entre 5h e 00h. 
A divisão deverá obedecer a proporção de 60% para prefeito e 40% para vereador. Em relação aos diversos fusos dos estados, o horário da propaganda eleitoral gratuita deverá sempre considerar o horário oficial de Brasília. 
A Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) acredita que a alteração corrige uma distorção que impactava negativamente o radiodifusor.
“As alterações na lei foram uma medida inteligente. O tempo excessivo de propaganda eleitoral vem em prejuízo de todos: eleitores e candidatos. As inserções, por outro lado, mantêm a audiência de rádio e TV”, disse o diretor-geral da Abert, Luis Roberto Antonik. 
Critérios para distribuição 
O cálculo do tempo a que cada candidato terá direito será feito pelo juiz eleitoral de cada município a partir do dia 15 de agosto, prazo final para que os partidos registrem seus candidatos na Justiça Eleitoral. A Resolução que disciplina as regras para a propaganda prevê que o juiz deve convocar os partidos e representantes das emissoras de rádio e de televisão para elaborarem um plano de mídia que garanta a todos a participação nos horários de maior e menor audiência. 
Conforme prevê a Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97), a divisão da propaganda deverá ocorrer da seguinte forma: 90% distribuídos proporcionalmente ao número de representantes que o partido tenha na Câmara dos Deputados, considerados, no caso de coligação para eleições majoritárias, o resultado da soma do número de representantes dos seis maiores partidos que a integrem e, nos casos de coligações para eleições proporcionais, o resultado da soma do número de representantes de todos os partidos que a integrem. Os outros 10% devem ser distribuídos igualitariamente.
Confira aqui a íntegra da Resolução nº 23.457. 
CM/GA, JP Fonte:TSE
Professor Edgar Bom Jardim - PE

sábado, 6 de agosto de 2016

Medalha para o Brasil. PARABÉNS, Felipe Wu

Foi PRATA, a primeira medalha nas Olimpíadas do Rio de Janeiro. Prata no Tiro com Felipe Wu
Professor Edgar Bom Jardim - PE

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Sasha, filha do presidente Obama trabalha em restaurante


Sasha Obama, tem 15 anos, filha mais nova do presidente dos Estados Unidos, está trabalhando em um restaraurante durante suas férias escolares. 
Professor Edgar Bom Jardim - PE

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Candidatos que realizaram convenções já podem divulgar número, diz presidente do TRE de Pernambuco


O presidente do TRE/PE, Dr. Antônio Carlos Alves da Silva, ao participar do  DEBATE com Geraldo Freire, na Rádio Jornal, informou que os candidatos de partidos que já realizaram suas Convenções já podem divulgar seus números. Sendo assim, devidamente autorizada pelo presidente do TRE/PE, muitas dúvidas serão diluídas.  Acesse:
http://radiojornal.ne10.uol.com.br/noticia/2016/08/04/eleicoes-sem-outdoors-e-cavaletes-nas-ruas--48271

Professor Edgar Bom Jardim - PE

Estrada do Buraco do Tatu avança e o povo comemora

A estrada do "Buraco do Tatu" vem sendo refeita com grande aprovação do povo de Bom Jardim e região. Um grande avanço para todos que diariamente necessitam transitar por essa importante rodovia. A parceria do Governo do Estado e do Governo Municipal, tem recebido o apoio da grande maioria dos bonjardinenses. O prefeito Miguel Barbosa tem agradecido muito ao governo pela atenção dada nesta questão.


Professor Edgar Bom Jardim - PE

domingo, 31 de julho de 2016

O amor e o corpo: vida


Se o amor estranha o movimento do corpo,
o afeto se desfaz e os fragmentos se encolhem nervosos.
A rapidez da vida está na gravidez do sonho impossível.
O desejo esconde o infinito anônimo, a singularidade das estrelas solitárias.
Não deixe que o amor risque o impossível, compreenda-se e fuja,
nem que as travessias sejam labirintos sem espelhos, desengane-se e corra.
Vista-se do estranho, ironize o absoluto, disfarce-se com as astúcias dos anjos.
Entre no corpo esquecendo-se o poder do sonho azul,
não silencie mas conduza o ruído para o escuro dos quartos vazios.
As portas estão abetas, as palavras brigam por significados instáveis,
não seja o pássaro que se isolou na gaiola e destruiu seu mundo.
Desadormeça com olhos fixos nas janelas que recebem a luz,
há sempre uma história que não foi vivida e contada.
Por: Paulo Rezende
Professor Edgar Bom Jardim - PE

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Caça caiu na Região dos Lagos do Rio de Janeiro nesta terça-feira (26).

A Marinha confirmou que duas aeronaves bateram no ar - uma delas voltou em segurança para a base. O piloto da outra conseguiu se ejetar antes da queda, mas ficou à deriva no mar e ainda é procurado.
A Marinha do Brasil, em complemento à nota publicada anteriormente, informa que duas aeronaves AF-1B encontravam-se realizando treinamento de ataque a alvos de superfície com a Fragata "Liberal", a cerca de 100 Km ao largo do litoral de Saquarema-RJ. Durante o voo de afastamento do navio, em formatura tática, para a realização de um novo ataque, houve a colisão entre as aeronaves, com a provável ejeção do piloto e queda de uma delas no mar. As operações de busca e salvamento foram iniciadas imediatamente com o emprego de navios, aeronaves, além de lanchas de apoio do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro. A segunda aeronave conseguiu retornar e pousar, com segurança, na Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia-RJ. Até o momento, o piloto não foi encontrado. As buscas prosseguirão pelo período noturno com o emprego de navios e aeronaves. Fonte: G1.

Professor Edgar Bom Jardim - PE